August172014

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?

Ferreira Gullar, ‘Traduzir-se’ (via trechosdaliteratura)
July182014
“O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: “Se eu fosse você”. A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina.” Rubem Alves (via trechosdaliteratura)
June162014
“Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve…
- mas só esse eu não farei.
Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes…
- palavra que não direi.
Para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,
- que amargamente inventei.
E, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando…
e um dia me acabarei.” Cecília Meireles (via trechosdaliteratura) <3
June92014
May312014
“Um dia, quando olhares para trás, verás que os dias mais belos foram aqueles em que lutaste.” Sigmund Freud (via trechosdaliteratura)

:)

May262014
“Mundo mundo vasto mundo
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.” Carlos Drummond de Andrade (via trechosdaliteratura)

(via tuneldotempo)

April282014
“Que eu não admita empecilhos na união sincera de duas mentes.
O amor não é amor quando se altera diante das alterações.
Ou curva-se ao remover o que deve ser removido:
Ó não! É uma marca eterna,
Que fixa-se diante das tempestades e nunca se abala;
É a estrela guia de todo barco perdido,
Que tem seu valor desconhecido, mas de grande consideração.
O amor não é brinquedinho do Tempo, que através dos lábios e bochechas rosas
Vem curvar-se diante das circunstâncias desagradáveis a vir;
O amor não se altera com o curto passar das horas e semanas,
Mas suporta tudo até o topo do destino.
Se isso estiver errado e me provem frente-a-frente,
Eu nunca escrevi, nem nenhum homem jamais amou.” William Shakespeare (via trechosdaliteratura)

(via tuneldotempo)

April142014

(Source: featherandarrow, via oxique)

10AM
10AM
← Older entries Page 1 of 122